domingo, 31 de agosto de 2008

Saúde: Partenon pede socorro!

O Centro de Saúde Escola Murialdo e os 6 postos vinculados a ele realizaram em julho 14 dias de paralisação devido a falta de condições de trabalho e atendimento a população.

Somente no Partenon os postos de saúde são gerenciados pelo Governo do Estado, e devido ao jogo de empurra entre o estado e a prefeitura, os postos de saúde ficam em situação cada vez pior. A Secretaria Estadual de Saúde, anunciou dia 18 de julho, algumas medidas que visam melhorar o atendimento e o trabalho, porém os funcionários e as comunidades se mantém mobilizados. desde então nada do que foi acordado se concretizou e outras paralizações e manifestações tem acontecido.

A Associação tem acompanhado e participado das mobilizações na luta por uma saúde de qualidade para todo o bairro Partenon.

Um comentário:

Jane Brochado disse...

É uma verdadeira vergonha a maneira como a saúde tem sido tratada na cidade e em particular no Partenon.
Nosso bairro se constitui no único núcleo em saúde, gerenciado pelo Estado, no município de Porto Alegre; a rigor , contamos com 2 (duas) unidades de saúde municipal, a Bananeiras e a Pitoresca, sem falarmos na São Pedro que é gerenciada pela AMRIGS e o Morro da Cruz, que teoricamente seria atendido por um posto avançado do Hospital Moinho de Ventos.
Estas unidades atendem um número muito limitado de usuários, mais ou menos 8.000 pessoas, num bairro que conta mais de 160.000 moradores.
E ainda temos um prefeito que diz que trabalha pelo povo e que a saúde vai bem obrigado.
Vai bem, pra quem?
Pra nós com certeza, não.
Jane Brochado