quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Papelão da SMOV na Vila São Judas

.
Nesta terça-feira, 23, estiveram na comunidade dois assessores comunitários da SMOV. Bateram de porta em porta, falando para os moradores e moradoras da vila que a Associação não tem procurado a SMOV para tentar resolver o problema da passarela.

Com esta atitute a SMOV quer
colocar a comunidade contra a Associação, tentando fazer parecer que a AMOVITA não estaria interessada na resolução do problema.

Acontece que foram várias as tentativas de contato com a assessoria comunitária, engenheiros e diretoria da SMOV nos últimos meses, sempre sem retorno das ligações ou emails enviados.
Acreditamos que esta tentativa da Prefeitura de colocar a comunidade contra a Associação tem a ver com a última postagem no Blog, ou seja, tentar dividir a comunidade e assim evitar a manifestação contra a prefeitura.

Reafirmamos que a Associação está aberta ao diálogo e empenhada na busca por uma solução rápida para o problema. Porém, não abriremos mão de nossa autonomia e disposição de lutarmos por nossos direitos. E, em hipótese alguma, aceitaremos atitudes como esta da SMOV, que deixa bem claro o desrespeito com nossa instituição e também com toda a comunidade.

veja o vídeo abaixo:



.

2 comentários:

eduino disse...

tenho acompanhado des de o inicio esta questão da ponte,
* O QUE A ASSOCIAÇÃO DE MORADORES ESTÁ FAZENDO COM RESPEITO A SMOV / PONTE.

*AGUARDANDO O RETORNO DA SMOV, POIS ESTA NO ÚLTIMO ATO SOBRE A PONTE QUE FOI REALIZADO NA AV. IPIRANGA (final do ano de 2009) DISTRIBUIRAM UM COMUNICADO DA SMOV QUE A CONTRATAÇÃO DA OBRA ESTAVA SENDO LICITADA PELA PRFEITURA E QUE ERA PARA OS MORADORES AGUARDAREM.

* QUE ESTÓRIA É ESSA AGORA ?

Eduino de Mattos
conselheiro do plano diretor
PARTENON/LOMBA.

Guilherme disse...

Infelizmente sou testemunha deste desrespeito com nossa comunidade pois, também tentei diversas vezes fazer contato com a SMOV e assessoria para saber informações sobre a situação da nossa ponte e outros encaminhamentos que fizemos mas é só enrolação. Dizem que vão dar retorno e nada, nossas ruas estão esburacadas e nada da SMOV (exemplo da Rua Vlademir Telles, Ivalino Ramos, Nelson Duarte Brochado, etc). E agora, mais essa trapalhada da Prefeitura. É triste!!!